PSB indica Alckmin como vice de Lula em chapa com PT

08/04/2022


Na próxima semana, o diretório nacional do PT sinaliza se aceitará o nome do ex-tucano



A direção nacional do PSB apresentou formalmente nesta sexta-feira, 8, ao PT, durante reunião em São Paulo, a indicação do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) para compor, como vice, a chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa à Presidência. Na próxima semana, o diretório nacional do PT sinaliza se aceitará o nome do ex-tucano. A composição deve ser apresentada oficialmente em julho, quando ocorrem as convenções partidárias.


Lula, que defendeu arduamente dentro do PT o nome do ex-governador, disse que a experiência de Alckmin irá se somar à sua própria. "O selamento deste acordo com Alckmin é uma demonstração de esforço para construir o melhor da política brasileira para que a gente possa ganhar as eleições de 2022", disse.


"Quero somar meus esforços ao presidente Lula e a todos para recuperar renda, emprego e a população ter dias melhores", acrescentou Alckmin depois da reunião entre os dois partidos.


Em discurso durante o evento, Lula disse que o Brasil está precisando de amor, não de ódio, neste ano eleitoral. "Precisa de humanismo, não de armas, de salário, não de bravatas", afirmou o petista, prometendo receber Alckmin como um "velho companheiro".


A chapa com dois nomes que já foram adversários políticos é uma tentativa de minar as chances de Jair Bolsonaro (PL) se reeleger como presidente da República.


"Hoje temos um governo que atenta contra a democracia e as instituições", pontuou Alckmin. "Política não é uma arte solitária, vamos somar esforços para a reconstrução do nosso País".

Últimas Notícias