banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Prefeitura fiscaliza infestação de Aedes aegypti em Curitiba

26/10/2020


Agentes farão visitas a 22 mil imóveis em vários bairros



Durante as próximas semanas a Prefeitura fará uma pesquisa em todos os bairros da cidade para verificar o nível de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Agentes de combate a endemias da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) devem vistoriar cerca de 22 mil imóveis na cidade para identificar possíveis criadouros.


O Levantamento Rápido do Índice de Infestação Aedes aegypti (LIRAa) é uma diretriz do Ministério da Saúde, e o objetivo é que o índice fique abaixo de 1%, que significa baixo risco para infestação. Desde 2017, Curitiba segue com índice de infestação próximo a 0%.


A escolha dos locais a serem visitados é feita por sorteio, dentro de um sistema informatizado do Ministério da Saúde, em função da densidade populacional e do número de imóveis. O resultado é o índice de infestação do mosquito.


“Esse mapeamento rápido apresenta a distribuição da infestação por tipo de criadouro nas diferentes regiões da cidade, o que permite à Prefeitura elaborar estratégias de combate ao mosquito diferenciadas para as áreas consideradas mais críticas”, destaca a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes, Tatiana Faraco.


Serão vistoriadas residências, comércios e terrenos baldios, o que permite identificar focos do mosquito e os principais tipos de criadouros. “A colaboração da população, recebendo os nossos agentes e mantendo a rotina de cuidados com as suas casas, ajuda é essencial para o combate ao mosquito”, enfatiza Tatiana.

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest