Prefeitura de São Paulo pagará R$ 100 milhões pela F1

06/01/2021


Valor será dividido em cinco parcelas anuais de R$ 20 milhões



A Prefeitura de São Paulo vai pagar R$ 100 milhões para a empresa que organizará o Grande Prêmio de Fórmula 1 na capital paulista. O GP de São Paulo – que “substitui” o GP do Brasil pelos próximos cinco anos – será realizado pela primeira vez em 2021.


A informação foi publicada no Diário Oficial na terça-feira (5) e o valor será dividido em cinco parcelas anuais de R$ 20 milhões. A MC Brazil Motorsport Holding Ltda foi a contratada para a realização do evento.


Não se sabe se a quantia divulgada será utilizada como investimentos na infraestrutura do Autódromo de Interlagos ou se contempla somente a taxa paga para a F1 para viabilizar o Grande Prêmio.


A Prefeitura já havia feito, através da Secretaria Municipal de Turismo, um repasse para a Formula One World Championship no valor de R$17,7 milhões pela “aquisição dos direitos, pelo município de São Paulo, para a realização do evento Grande Prêmio de São Paulo.”


Ainda na era Bernie Ecclestone, São Paulo era isenta da taxa, mas tudo mudou quando a Liberty Media assumiu o controle da categoria em 2016. O contrato assinado em 2014 venceu em 2020 e a Liberty não abriu mão da taxa nessa renovação de contrato.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

17 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest