PF mira grupo de contrabandistas de eletrônicos que movimentou R$ 23 milhões

17/08/2021


Policiais cumprem mandados de busca e apreensão em Guaíra e Ibiporã, no Interior do Paraná



Uma ação da Polícia Federal (PF) cumpre mandados contra uma suposta organização criminosa envolvida em um esquema de contrabando de produtos eletrônicos importados de forma ilegal do Paraguai, na manhã desta terça-feira, dia 17.


As ordens são cumpridas em duas cidades do Paraná.


De acordo com as investigações, o grupo movimento R$ 23 milhões a partir da lavagem de dinheiro do contrabando, entre 2013 e 2017.


Ao todo, os policiais cumprem sete mandados de busca e apreensão em Guaíra, no oeste do estado, e Ibiporã, no norte.


A Justiça também autorizou o bloqueio de contas bancárias e sequestro de imóveis, veículos e empresas.


Segundo a PF, o grupo importava eletrônicos de alto valor do Paraguai e usava empresas de fachada para lavar o dinheiro obtido com a comercialização dos produtos para simular legalidade da ação.


A investigação contra o grupo começou em 2018. À época, a polícia tinha indícios de possíveis crimes de descaminho e lavagem de dinheiro por parte de uma organização estabelecida em Guaíra.

Últimas Notícias