Paraná apresenta potencial do turismo náutico e de natureza em eventos do setor

05/04/2022


Estado estará Rio Boat Show 2022, a partir de 2 de abril, no Rio de Janeiro, e na WTM Latin America 2022, que acontece em São Paulo



A apresentação e promoção de destinos turísticos do Paraná, em especial os ligados à aventura e natureza e ao náutico, são objetivos da participação do Governo do Estado em duas feiras do setor no mês de abril.


Um deles é o Rio Boat Show 2022, direcionado ao turismo náutico, que começa neste sábado (02), no Rio de Janeiro. O outro é WTM Latin America 2022, que acontece em São Paulo, entre terça e quinta-feira (05 a 07).


A participação nos eventos faz parte das ações para a retomada do setor no pós-pandemia.


O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, ressalta que a meta é transformar o Paraná em destino turístico, ressaltando os diversos atrativos do Estado. “Quando um turista visita Portugal, por exemplo, ele não vai a um lugar apenas. Ele visita diversos atrativos, e assim queremos fazer no Paraná. Nossa intenção é que, além de visitar locais já consolidados, como Foz do Iguaçu e Curitiba, o turista percorra outros cantos do Estado”, destacou.


Para isso, a partir de 2019, o Governo do Estado promoveu duas campanhas para incentivar o turismo regional. Vídeos elaborados dentro do projeto “Paraná para o paranaense”, com recursos do Ministério do Turismo e da Paraná Turismo, mostram os as belezas naturais e a infraestrutura para recepcionar turistas em diversas regiões do Estado.


Já a campanha “Paraná, seu próximo destino”, desenvolvida pelo Governo do Estado, foi levada a eventos e feiras do turismo no Brasil e no Exterior ao longo de 2021.


A 23ª edição do Rio Boat Show segue até 10 de abril. É considerado o mais importante salão náutico da América Latina e reúne expositores, tendências e lançamentos de barcos, jets, infláveis, motores e equipamentos. Através do Instituto Água e Terra (IAT), o Paraná apresenta os 78 atrativos de turismo náutico registrados no Estado. O estande também mostra o potencial do turismo desenvolvido em áreas de Unidades de Conservação (Ucs).


O diretor de Políticas Ambientais da Sedest, Rafael Andreguetto, explica que o Boat Show é uma vitrine para mostrar o Paraná ao país e ao mundo em atividades que mesclam a conservação da biodiversidade, o turismo e o uso público das Unidades de Conservação.


“O litoral paranaense possui 16 Unidades de Conservação, sendo que cinco têm acesso diretamente por água, como a Ilha do Mel, a Ilha das Cobras, o Parque Estadual do Boguaçu, o Parque Estadual do Palmito e a Estação Ecológica do Guaraguaçu. Além disso, o Paraná conta com outras áreas naturais em UCs, com interior banhado pelos rios Paraná e Paranapanema e lagos, que também são unidades possíveis de atividades náuticas”, disse.


A Paraná Turismo e o IAT representam o Governo do Estado na WTM Latin America 2022, considerada a principal feira do setor turístico na região. A WTM promove o encontro de representantes de destinos turísticos com os profissionais de empresas da cadeia produtiva, como agências de viagens, operadoras de turismo, meios de hospedagem, transportadoras, entre outras.


Neste evento será reforçada a divulgação sobre a riqueza natural do Paraná, com grande número de rios, lagos e áreas preservadas, além de diversidade cultural. São locais propícios ao turismo de aventura e natureza, muito procurados. Essa característica do Estado será mostrada ao público da feira, previsto em mais de 1 milhão de pessoas. Paralelamente, acontece uma mostra virtual e rodadas de negócios digitais.


Segundo o diretor-presidente da Paraná Turismo, Irapuan Cortes, marcar presença em um dos maiores eventos de segmento abre grandes oportunidades. “Essa participação oferece excelentes possibilidades para o desenvolvimento do nosso turismo, que tem se revelado uma importante fonte econômica. É uma forma de mostrar os destinos paranaenses, agregando a possibilidade de receber muito mais turistas nacionais e internacionais, além de mostrar nossas belezas naturais”, assegurou.


Foto: Alessandro Vieira/SEDEST








Últimas Notícias