Paraná receberá 90 mil doses para a região de fronteira

Lote extra de vacinas foi liberado pelo Ministério da Saúde



O Ministério da Saúde sinalizou positivamente para o pedido do Paraná de receber um lote adicional de vacinas contra a Covid-19 para atender as regiões de fronteira com Argentina e Paraguai, repetindo o protocolo usado em relação ao Mato Grosso do Sul. A confirmação foi feita ontem pelo governador Ratinho Junior, no Palácio Iguaçu, durante reunião virtual do Fórum Nacional de Governadores. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, também participaram do encontro.

A remessa extra será de cerca de 90 mil doses e permitirá completar a imunização com a primeira dose de todas as pessoas com mais de 18 anos dos municípios de Foz do Iguaçu, Barracão, Guaíra e Santo Antônio do Sudoeste. A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde é que as vacinas complementares estejam à disposição da população ainda em julho – o Ministério da Saúde deve distribuir 41 milhões de doses neste mês.

“Levamos este pedido ao Governo Federal para auxiliar na imunização da região de fronteira, justamente pela circulação de pessoas de outros países”, disse Ratinho Junior.

Últimas Notícias