Opuszka diz que “militarização é um ataque à educação”

28/10/2020


Candidato do PT criticou a proposta das Escolas Cívico-Militares



“Professores usam giz, canetas e saberes apreendidos e não fardas, coturnos e fuzis. É um absurdo e uma afronta à Educação defender um retrocesso desses”, diz Paulo Opuszka, candidato do PT à prefeitura de Curitiba. O advogado e professor universitário afirma que militarizar as escolas é uma tentativa dos governos alinhados à política de Jair Bolsonaro de precarizar ainda mais a área.


“Não basta toda desinformação que esses governos propagam, ainda querem fazer isso a partir das escolas”, critica Opuszka. “Militarização das nossas escolas é um ataque à educação no Paraná", aponta o candidato.


Opuszka também acusa o governo Bolsonaro de querer "desmontar" o Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicidade

Últimas Notícias

25 de Fevereiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale