Lutador curitibano aposta na experiência contra oponente invicto

03/12/2020


John Allan encara Roman Dolidze após pouco mais de 16 meses sem competir



O peso-meio-pesado brasileiro John Allan volta ao octógono neste sábado para encarar Roman Dolidze pelo card principal do UFC, ambos na segunda apresentação pelo Ultimate. Em entrevista ao Combate.com, John afirmou que leva vantagem no duelo por ter mais experiência, apesar de o oponente georgiano carregar um cartel invicto de sete triunfos.


"Esse lance de ser invicto não muda nada para mim. Tenho 22 lutas (considerando amador e profissional), três vezes mais do que ele. Sou um cara muito mais experiente. O último invicto com quem lutei no Brasil, no ano passado, nocauteei no segundo round (Alexandre Silva, pelo Future, que tinha cartel 6v-0d). Tem que ver com quem o cara lutou. Quando você analisa os adversários, vê que das setes vitórias só umas duas foram com caras mais duros. Então hoje sou o adversário mais completo que ele vai pegar e vou acabar com essa invencibilidade", diz John, que acredita que a luta acaba antes do terceiro round.


Aos 27 anos, nove deles dedicados ao MMA, o curitibano acumula 13 vitórias, cinco derrotas e um “No Contest” na carreira profissional, com nove nocautes e três finalizações favoráveis. A única luta sem resultado foi logo em sua estreia pelo UFC, contra Mike Rodrigues, em julho do ano passado. John venceu o adversário, mas o triunfo foi anulado após o meio-pesado ser acusado em exame antidoping.


O resultado também gerou uma suspensão de um ano, um dos fatores para que John esteja há pouco mais de 16 meses sem atuar.


Últimas Notícias