Lava Jato denuncia José Dirceu, Renato Duque e mais 13

10/02/2021


Foi a primeira denúncia após o fim da força-tarefa



O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-diretor de serviços da Petrobras, Renato Duque, e mais 13 pessoas por crimes que variam de formação de cartel, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e fraude à licitação, crimes praticados em licitações e contratos na área de “serviços compartilhados”, de responsabilidade da Diretoria de Serviços da Petrobras. O esquema ilícito envolveu pagamentos sistemáticos de propinas por representantes das empresas Hope Recursos Humanos S.A e Personal Service Recursos Humanos e Assessoria Empresarial LTDA em troca de favorecimentos em grandes contratos com a estatal brasileira.


Esta é a primeira denúncia oferecida no âmbito da Lava Jato paranaense depois da integração com o Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPF. Ao todo, o caso Lava Jato já soma 131 denúncias e mais de 530 denunciados.

A estruturação da organização criminosa no âmbito da Diretoria de Serviços começou no ano de 2003, quando Renato Duque buscou auxílio político para ser alçado ao cargo de Diretor de Serviços da Petrobras. Houve a conjugação de esforços para que o nome dele fosse levado à apreciação do então Ministro da Casa Civil, José Dirceu, e recebesse o seu apoio para fins de nomeação.

Publicidade

Últimas Notícias

4 de Março de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale