Justiça manda acusado de matar Rachel Genofre a júri popular

14/11/2020


Corpo da menina foi encontrado em uma mala na rodoviária em 2008



A Justiça mandou o acusado de matar a menina Rachel Genofre, em 2008, a júri popular. Carlos Eduardo dos Santos, que está preso, será julgado por homicídio triplamente qualificado mediante meio cruel e ocultação do corpo, com possibilidade de aumento da pena em um terço em caso de condenação.


A decisão da juíza Mychelle Pacheco Cintra Stadler, da 1ª Vara Privativa do Tribunal do Júri da Região Metropolitana de Curitiba, é da quinta-feira (12). "Da prova que foi produzida ao longo da instrução tem-se que existem indícios de autoria em desfavor do acusado", disse.


O corpo de Rachel, que tinha 9 anos, foi encontrado dentro de uma mala na Rodoviária de Curitiba com sinais de violência sexual e estrangulamento. Ela desapareceu após sair da escola onde estudava, no Centro, no fim da tarde de 3 de novembro de 2008.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

28 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale