Instituto Reclame Aqui realiza pesquisa sobre compra do Dia das Mães

28/04/2021


Sondagem procurou medir intenção dos consumidores



A pesquisa do Instituto Reclame AQUI de intenção de compra e comportamento para o Dia das Mães 2021 foi aplicada no site do Reclame AQUI do dia 23/04 a 26/04 de 2021 e teve participação de 21,4 mil consumidores.



Pesquisa


1.A pandemia vai impedir você de estar com sua mãe no Dia das Mães deste ano?

Sim 33,8%

Não  66,2%

 

2.Você vai comprar presente de Dia das Mães este ano?

Sim  50,4%

Não 49,6%

 

PARA QUEM RESPONDEU NÃO VAI COMPRAR PRESENTE 

2.1 Por que não vai presentear em 2021?

Estou sem condições financeiras para comprar 50,7%

Apenas não quero comprar presente 21,5%


Minha mãe já não está mais entre nós 27,8%


 

PARA QUEM RESPONDEU SIM,  QUE VAI COMPRAR PRESENTE

3. Você já comprou o presente?

Sim 23,5%

Não 76,5%


PARA QUEM RESPONDEU QUE AINDA NÃO COMPROU O PRESENTE 

3.1.Quando você vai comprar?

1 semana antes do Dia das Mães 78,7%

1 dia antes do Dia das Mães 15%

No próprio Dia das Mães 6,3%


PARA QUEM RESPONDEU SIM, QUE JÁ COMPROU O PRESENTE

4. Onde você comprou o presente?

Comprei em loja online 69,4%

Comprei em loja física 30,6%


5.Em relação a 2020, sobre o valor do presente:

Manteve o presente no mesmo valor médio de 2020    41%

Gastou um pouco mais este ano, em relação a 2020    35,9%

Gastou menos do que em 2020    23,1%


5. Quanto investiu na compra do presente da sua mãe?

Até R$ 100            37,3%

De R$ 100 a R$ 300   36,4%

De R$ 300 a 500       8,8%

De R$ 500 a 700       3,6%

De R$ 700 a 900      2,7%

De R$ 900 a 1.000  2,4%

Mais de R$ 1.000     8,8%

6.O que você comprou? (como a pergunta é de múltipla escolha, então o % significa o quanto cada opção foi marcada pelos consumidores que responderam a essa pergunta)


TV   5%

Celular   8,2%

Linha branca de eletrodomésticos (geladeira, microondas, etc) 6,4%

Roupas e calçados (todos os calçados)  30,7%

Eletrônicos (home theater, caixas de som, fones, etc) 6%

Produtos de beleza/cosméticos  27,7%

Móveis/Decoração/acessórios para casa   16,1%


 

7. Como você vai entregar o presente da sua mãe?

Vou entregar pessoalmente no domingo Dia das Mães, a pandemia não será um problema 60,9%

Por precaução, comprei e pedi para entregar na casa dela no Dia das Mães 27,3%

Vou entregar apenas quando me sentir seguro. Por enquanto, uma ligação ou chamada de vídeo resolvem 7,4%

O presente será entregue quando a pandemia acabar 4,3%




Felipe Paniago, CMO Reclame AQUI – Análise da pesquisa



“A pesquisa nos mostra o reflexo da situação social e econômica atual dos consumidores brasileiros.


Do ponto de vista econômico, o ticket médio fica entre R$100 e R$ 300, valor que aponta a manutenção média do preço do presente dado em 2020, quando nessa época estávamos no início da pandemia no Brasil. Além disso, o fato de a grande maioria afirmar ter comprado o presente em loja online reforça o novo hábito de consumo para o e-commerce. E a data ainda tem a tendência de ser marcada não pelos eletroeletrônicos, TVs e celulares como presentes, mas sim por roupas, calçados e cuidados pessoais (58,4%) para as mães.


Também há um comportamento natural dos consumidores ainda de deixarem essa compra do presente para a última hora e efetivá-la uma semana antes da data. Diante disso, o alerta que o Reclame AQUI faz aos consumidores é que se atentem aos prazos de entrega de mercadorias nas compras online. Caso contrário, muitas mães podem ficar sem presentes. Essa é uma época especial em que as vendas aumentam e a demanda de entrega é proporcional.


Outra dica importante é que pesquisem e comparem muito os preços dos produtos, lojas e reputação das marcas antes de comprar, seja pelo site do Reclame AQUI ou pelo ConfieAQUI. Com a pandemia, o e-commerce cresceu muito, então surgiram novas lojas. É importante ter cuidado com as lojas de fachada, algumas formas de pagamento para não cair em golpes e acabar pagando pelo produto não o recebendo. 

Embora 66,2% dos consumidores tenham respondido na pesquisa que a pandemia não será um impeditivo para estarem com suas mães e entregarem o presente no dia (60,9%), ainda vivemos no Brasil um período bem crítico da pandemia de Covid-19, e isso merece muita atenção. O dado é preocupante, pois apesar da vacinação já ter começado, um percentual baixo da população foi vacinado e grande parte das mães se encontra no grupo de risco. E temos boa parte dos estados brasileiros em fase vermelha, muitas restrições, indicação de reforço de isolamento social e medidas de higiene bem rígidas a respeitar.” 


Dicas de compras seguras do Reclame AQUI para o Dia das Mães


1-Com a pandemia, algumas lojas elevaram os preços dos produtos. Cuidado! Por isso, pesquise se houve variação e a compra vale a pena. Use o Confieaqui (https://www.reclameaqui.com.br/confieaqui/)

2-No caso de compras online, cuidado para não cair em golpes de empresa de fachada, por exemplo. Se você se interessar por uma loja nova, pesquise se existem informações sobre ela no Reclame AQUI, procure na internet se a loja tem site onde você possa ter mais informações e busque também opiniões de outros consumidores sobre ela

3-Em compras em varejo físico, lembre-se que não existe direito a troca ou arrependimento, a não ser que isso seja informado no ato da compra. Pergunte ao vendedor!

4-Verifique a política de troca de cada loja, seja online ou física. Com a pandemia, algumas empresas adotaram regras e prazos mais flexíveis que podem ajudar a preservar a saúde e a segurança do consumidor

5-Peça informações sobre a garantia do produto


6-Se comprar em loja online, fique de olho no cumprimento do prazo de entrega. Peça o código de rastreio da mercadoria para acompanhar “o caminho” do produto até a entrega

7-Fique atento a serviços oferecidos no ato da compra, como garantia estendida, seguros… essa prática é chamada de venda casada e não é obrigatória. Ela é considerada ilegal pelo Código de Defesa do consumidor (CDC)

8-Exija sempre a Nota Fiscal, independente da loja que você for comprar, física ou online. Isso ajuda você na hora de fazer devoluções, trocas...


Últimas Notícias