Gestão de risco de crédito é o instrumento mais eficaz para reduzir inadimplência

16/02/2022


Instrumentos de análise do cliente são ferramentas de prevenção para a estabilidade do negócio


Tudo porque, explica o especialista, a “intuição” não é, nem de longe, uma atitude eficaz e segura na hora de conceder crédito, principalmente na conjuntura atual, com inflação e juros em alta e a economia do país oscilando frequentemente em razão de decisões políticas e movimentos governamentais. Por outro lado, como em qualquer processo de concessão de crédito, é fundamental uma pesquisa criteriosa de extensas listas de documentos, que devem ser resgatados em diferentes órgãos expedidores, o que demanda trabalho e muito tempo do time de backoffice. “E isso, além de um processo lento e burocrático, pode perfeitamente vir acompanhado de erros e equívocos humanos”, pontua Cortez.

Para agravar ainda mais a situação, não são poucos os negócios que priorizam a quantidade do crédito, em vez da qualidade. “Ocorre que negociar dívidas nunca foi e nunca será uma tarefa simples. E a experiência mostra que quanto maior o tempo de atraso de quitação do pagamento, menores são as chances, para a empresa, de conseguir receber o dinheiro porque as multas e os juros ampliam o valor original do déficit, deixando a conta para lá de elevada, e o inadimplente, muitas vezes, desconsidera a existência daquela obrigação e perde o interesse em quitar os valores devidos”.

Então, para escapar desses riscos que envolvem a inadimplência, o ideal é que as empresas priorizem uma carteira reduzida de clientes bons pagadores ante uma grande quantidade, que dará aquela dor de cabeça para pagar. “É como ensina dois ditados populares: ‘mais vale um pássaro na mão do que dois voando’ e ‘prevenir é o melhor remédio’”, recorda coordenador de investigação da Leme Inteligência Forense, recomendando, por fim, uma gestão profissional acerca do assunto, e que, de preferência, conte com instrumentos de análise, que se utilizam de critérios técnicos estudando o histórico do cliente e seu perfil de consumo – uma atitude de precaução fundamental para a estabilidade do negócio.

Saiba mais:

A Leme Inteligência Forense está há mais de 10 anos no mercado nacional oferecendo relatórios completos para o apoio de crédito e cobrança, ofertando ao usuário de sistemas em nuvem uma análise consciente dos riscos. Ao investir neste tipo de solução, que utiliza mecanismos da inteligência artificial que vão além de uma simples consulta, a empresa está qualificando o seu poder de decisão e atribuindo valor à sua segurança financeira e operacional, avançando, assim, para ter uma visão mais ampla do mercado, dos clientes e, até mesmo, dos fornecedores que atuam em parceria com o negócio.

Últimas Notícias