Francischini afirma que pandemia atrapalhou a votação

15/11/2020


O deputado afirmou que o PSL assume o papel de fiscalizador



O candidato do PSL à Prefeitura, Fernando Francischini, ficou na terceira colocação, com pouco mais de 6% dos votos válidos. O deputado estadual atribuiu à pandemia o alto índice de abstenções e também os votos nulos e brancos. “Basta ver que 40% dos curitibanos não votaram em ninguém, considerando votos brancos, nulos e abstenção. Mostra que o curitibano estava mais preocupado com os reflexos da crise provocada pela Covid, do que pelo processo eleitoral”, disse.


Mesmo assim Francischini considerou positiva a sua votação. “Agradeço aos mais de 50 mil curitibanos que confiaram seu voto nesta minha primeira eleição majoritária. Conquistamos um importante legado”.


Sobre Greca, o deputado desejou sorte ao prefeito e que ele mude alguns rumos de Curitiba e passe a cuidar das pessoas. “O PSL vai trilhar um caminho independente e fiscalizador na Câmara de Curitiba votando todos os projetos que forem bons para a vida dos curitibanos”.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

26 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale