Fisioterapeuta é condenado a 15 anos de prisão por estupro

06/11/2020


Caso ocorreu em Londrina em 2018



O fisioterapeuta Tadeu Procópio Bueno Junior, de 34 ano foi condenado a 15 anos de prisão por estupro a vulnerável pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Ele foi acusado de estuprar uma mulher em Londrina, em 2018. Segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), ele levou uma jovem ao apartamento dele, a forçou a consumir drogas e depois a estuprou.


Durante as investigações, a polícia identificou que o fisioterapeuta já tinha sido denunciado por outra situação de abuso em 2011. Há dois anos, este motivo pesou na decisão da Justiça na decretação da prisão preventiva.


A vítima contou que depois de uma carona no fim da balada, o acusado não a levou para casa como prometeu. Buscou drogas e seguiu para o apartamento dele. Ali teria forçado a vítima a também consumir drogas. "Ele começou a colocar droga na minha boca mesmo e enfiar um copo com alguma bebida que também tinha um gosto diferente. Dai falei para ele, eu não vou transar com você, não quero, me deixa ir para casa", contou.


"Todo tempo ele ficava colocando drogas e nisso ele já me jogou para a cama dele. Tirou minha saia, começou a me violentar. Pedia para ele parar, falava por favor não faz isso comigo, eu quero ir para minha casa", disse a vítima.


Publicidade

Últimas Notícias

5 de Março de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale