Ex-marido é investigado pela morte de gerente da Caixa

29/12/2020


Dois suspeitos de envolvimento no crime foram presos



Dois suspeitos de envolvimento na morte da gerente da Caixa Econômica do Capão Raso, Tatiana Lorenzetti, foram presos na madrugada desta terça-feira (29). O ex-marido da vítima também é investigado suspeito de participar do crime, de acordo com a delegada que conduz a investigação, Vanessa Alice.


Ele se apresentou na Delegacia da Mulher nesta terça-feira para prestar depoimento.


Tatiana Lorenzetti, de 40 anos, foi morta baleada na saída de uma agência da Caixa Econômica Federal no bairro Capão Raso, na tarde de segunda-feira (28).


O suspeito de atirar contra a vítima fugiu de carro do local, na Rua Desembargador Ernani Guaritá Cartaxo, mas acabou morrendo em confronto com policiais em outro ponto da cidade, próximo à Avenida Winston Churchill, conforme a Polícia Militar (PM).


De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), uma conversa telefônica interceptada durante uma investigação sobre tráfico de drogas mostra o ex-marido da vítima ligando para um investigado e passando informações sobre Tatiane.


No começo de dezembro, o MP pediu para que a transcrição da ligação fosse compartilhada com a Polícia Civil, porque, segundo os procuradores, o ex-marido tinha "clara intenção de ceifar a vida de sua ex-companheira Tatiana".


As investigações apontem que Tatiana tinha feito vários boletins de ocorrência contra o ex-marido. Em 2018, ele chegou a descumprir uma das medidas protetivas ao chegar próximo dela e atirar uma pedra contra o carro da vítima.


Publicidade

Últimas Notícias

4 de Março de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais Certificados

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale