Escola de Curitiba estimula alunos com práticas de consumo consciente

23/11/2021


Estudantes foram convidados a aprenderem sobre a prática da permacultura para entenderem a importância do consumo consciente



“A escola é uma potência, responsável por cada jovem que dela sai. Podemos oferecer possibilidades aos alunos, ensiná-los, engajá-los e mostrar através das nossas propostas que é direito e dever de todos viver em um mundo inteiro, consciente e mais sustentável”. A frase da pedagoga Carolina Paschoal reflete o que uma escola de Curitiba está fazendo com seus alunos: ensiná-los na prática a ter noções de sustentabilidade, e acima de tudo, de consumo consciente.


Um projeto iniciado no segundo semestre de 2021 convidou os estudantes do Ensino Fundamental II da escola Pedro Apóstolo a conhecerem melhor a permacultura, uma prática criada no século XX que contempla conhecimentos de agricultura para uma geração de menor impacto sobre o planeta.


Convite feito, convite aceito. Os encontros dos estudantes acontecem todas as sextas-feiras, no período da tarde e cada turma desenvolve uma prática sustentável. Segundo Carolina Paschoal, os alunos pesquisam e também colocam a mão na massa - literalmente.


“Desde que iniciamos o projeto, recebemos um arquiteto permacultor que passou aos estudantes conhecimento sobre o assunto. O grupo realizou sabatinas e assembleias para discutir sobre o que aprenderam e aplicaram, na prática, as técnicas que adquiriram. Tivemos então a construção de horta em espiral, sistema de umidade e irrigação, sistema de compostagem e a pesquisa sobre os Impactos que a troca de aparelhos celulares tem sob os recursos naturais”, comenta a diretora.


As atividades não geram as tradicionais notas para os estudantes. Mesmo assim, a equipe pedagógica constatou o empenho e vontade dos estudantes em participarem do grupo, com presença de até 70% dos alunos da faixa etária de 11 a 15 anos. Já no terceiro encontro de alunos, mais da metade dos que compõe o Ensino Fundamental II estava presente. Aos poucos, com os estudos mais amadurecidos, os alunos ainda foram às turmas do Ensino Fundamental I mostrar o que aprenderam nas atividades.


Ao mesmo tempo em que aprendem sobre a permacultura, segundo a diretora, conhecimentos sobre probabilidade, física, química e geografia também são abordados. E muito mais do que isso: eles entendem seu papel no mundo na questão ambiental e ainda todos os debates internacionais que vem acontecendo. "Mesmo que pareça insignificante, a cada pessoa que abrir os olhos a respeito desse tema é um passo que se dá em direção a um planeta mais saudável. Nesse ponto entra a importância da escola", afirma Carolina Paschoal.


Sustentabilidade também na matrícula


Outra ação da Escola Pedro Apóstolo para engajar as famílias para transformar o ambiente no mais sustentável possível, foi proporcionar o desconto sustentável. Ou seja: todos os alunos que forem se matricular para 2022 e comprovarem que fazem alguma ação que impacte positivamente o meio ambiente receberão 3% de desconto no valor das mensalidades.


Para participar do “desconto (benefício) sustentável” basta que a família demonstre sua ação através de um desenho ou vídeo de até 15 segundos. “A sustentabilidade na Pedro Apóstolo surgiu como uma necessidade de sobrevivência da própria escola. Sim, porque se temos a função de ensinar globalmente, temos que envolver o meio ambiente nesta jornada. E foi essa vontade de ir além e compreender que quando você joga algo fora, o fora não existe, é que damos cada passo em direção a preservação do nosso Planeta. Por isso achamos muito importante envolver toda a comunidade escolar junto conosco nesse objetivo”, afirma a diretora da Pedro Apóstolo, Carolina Paschoal.



*Sobre a Escola Pedro Apóstolo *


Respeito ao próximo, igualdade, humildade e liberdade de expressão. Esses foram os principais valores que inspiraram a criação da Escola Pedro Apóstolo. Mais de vinte anos depois, a instituição orgulha-se de ter mantido seu foco e expandido sua atuação. Sediada em um terreno localizado no bairro Capão Raso, com 2.984 metros quadrados, atualmente atende alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental II e oferece aulas em meio período (matutino e vespertino), intermediário e integral bilíngue.  


A Escola Pedro Apóstolo foi fundada em 1997 por Odilon Augusto Paschoal e Dircea Paschoal. A ideia do casal era que a escola apresentasse um ensino no qual o aluno pudesse ser visto como único e que as habilidades dele fossem valorizadas e estimuladas por meio de aulas dinâmicas, professores capacitados comprometidos e experientes com o olhar cuidadoso e atendimento individual.  


Além da formação dos alunos, a constante atualização dos professores também é uma das missões da Pedro Apóstolo. Além de valorizar profissionais altamente qualificados no mercado, a escola organiza grupos de estudo de leitura, atualidades e vivência entre os seus professores como forma de incentivo e de promover a troca de cultura e conhecimentos.  

Últimas Notícias