Empreendedorismo feminino cresce 40% em 2020

15/10/2020


Empreendedorismo feminino cresce durante a pandemia e vira incentivo para empresas do segmento contratarem mulheres ao redor do País


O empreendedorismo feminino vem crescendo cada vez mais no Brasil. Apenas em 2020, o número de micro e pequenas empresas abertas por mulheres foi 40% superior ao mesmo período do ano passado, de acordo com pesquisas realizadas pelo Sebrae São Paulo.

Com isso, muitas mulheres que acabaram perdendo a renda durante a crise ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, passaram a enxergar uma oportunidade de mercado no longo prazo.

Além disso, segundo informações buscadas através do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apesar das mulheres empreendedoras terem cerca de 22 a 35 anos, elas ainda possuem dificuldade de se lançarem no mercado simplesmente por serem mulheres. 

De acordo com a CEO da Chocolife, Virgínia Dias, o panorama do mercado de trabalho para mulheres a incentivou a abrir um negócio totalmente novo para a época, já que a empresa disponibiliza produtos alimentícios focados na saúde da pessoa, como chocolates e adoçantes. 

“Apesar da situação já ter melhorado bastante em relação há 10 anos atrás, as mulheres precisam batalhar e se esforçar mais para provarem seu valor de mercado. Isso, inclusive, foi um dos motivos que me fez ter a minha própria empresa, já que podemos conseguir o que quisermos”, disse. 

Seguindo a filosofia de sororidade e incentivo às mulheres diante de cargos importantes, a empresa de chocolates saudáveis tem em seu quadro de funcionários 70% mulheres.  “Não foi uma coisa intencional, mas acredito que essa seleção se tornou algo muito natural, já que vai de encontro com tudo o que somos, acreditamos e pregamos dentro da Chocolife”, disse Virgínia. 

Com isso, a Chocolife passou a levar uma política de contratação diferente: As vagas sempre dão preferência para as mulheres. 

“Por aqui, além de mim temos mulheres em todos os setores de liderança, como gerência, nutrição, marketing, financeiro, e-commerce, P&D e produção. Sempre em cargos importantes, onde as pessoas almejam, mas não possuem o preparo técnico ou até mesmo a vocação. Se não formos com elas e por elas, quem será?”, finaliza Virgínia. Fonte: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/por-que-e-fundamental-estimular-o-empreendedorismo-feminino,ca96df3476959610VgnVCM1000004c00210aRCRD Mais em http://www.chocolife.com.br

Fonte: DINO

25 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest