Doenças respiratórias lotam pronto socorro

28/04/2022


Hospital adotou plano de contingência com disparada de casos



O pronto-socorro do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, referência no atendimento de crianças e adolescentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), atingiu 100% de lotação na manhã desta quinta (28), por causa do aumento de atendimentos por problemas respiratórios e não consegue mais receber pacientes.

Em nota, o hospital diz que trabalhando em um plano de contingência. A orientação é para que as famílias busquem uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em casos que não são de urgência e emergência. "Referência em atendimento de alta e média complexidade, o Pequeno Príncipe reitera que não é uma unidade de busca direta pela população. Como retaguarda para Curitiba e Região Metropolitana, o atendimento de emergência, realizado no Pronto Atendimento, é destinado aos casos de maior gravidade e aos pacientes que necessitam de hospitalização", diz a direção do hospital, em nota.

A nota esclarece ainda que se for necessário a própria UBS fará o encaminhado para o Pequeno Príncipe, que é referência em atendimentos de média e alta complexidade para Curitiba e região.

Últimas Notícias