Contra o abandono, cães e gatos vão receber chips de identificação

22/06/2022


Proteção Animal promove ações de microchipagem de cães e gatos.



O cadastro de animais e a implantação de microchips com as informações dos tutores são ferramentas importantes contra o abandono. Com essa premissa, a Rede de Proteção Animal, amplia, nas próximas semanas, suas ações gratuitas de implantação dos dispositivos nos pets de Curitiba.


Neste sábado (25/6), os veterinários estarão no Aurraiá, festa junina realizada pelo polo gastronômico Ca’dore, no Bacacheri, em parceria com a ONG Projeto Ajudei; e no início das atividades do programa Comunidade Escola, no Caic Bairro Novo. Já no sábado seguinte (2/7), a ação acontece também no Comunidade Escola, na Escola Municipal Irati, no Cajuru.


A implantação dos microchips é realizada das 13h às 17h. Os interessados deverão fazer o cadastro prévio no site da Rede de Proteção Animal. Assim, os dados já estarão prontos para serem inseridos na identificação do cão ou gato.


“São ações que nos ajudam a incrementar a base de dados do Sistema de Identificação Animal (SIA), do município, com mais animais e tutores cadastrados, o que facilita a localização em caso de perda ou abandono”, explica o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo.


O diretor lembra, ainda, que o procedimento é rápido e seguro. Mais informações a respeito da implantação e da importância do microchip podem ser obtidas no site da Rede de Proteção Animal.


Hoje, há cerca de 370 mil animais cadastrados no SIA - sendo 191,2 mil cães e 180 mil gatos. Mas apenas 130 mil animais da cidade possuem microchip.


Parceria

Quem não puder comparecer às ações especiais e quiser identificar seu animal, pode entrar em contato com o Instituto Fica Comigo, ONG parceira da Rede de Proteção Animal, que também passou a disponibilizar a implantação gratuita dos microchips mediante cadastro no site da Rede de Proteção Animal.

Últimas Notícias