Claustrofobia lança novo álbum 'Unleeched'

14/03/2022


Banda de heavy metal brasileira expande sonoridade em seu trabalho mais intenso até hoje



A banda Claustrofobia lançou seu sétimo álbum de estúdio: “Unleeched” [ouça no link: https://bfan.link/unleeched]. Neste projeto, o grupo brasileiro de heavy metal traz novamente sua clássica sonoridade agressiva, e também expandem seu som ao longo das nove faixas inéditas.


“Unleeched é brutal e foi feito para ser apreciado do começo ao fim, como nos velhos tempos - e isso nos dá aquela sensação de primeiro disco, num clima de cura, progresso e libertação”, comenta Marcus D’angelo, vocalista e guitarrista da banda. Antecipando o lançamento deste projeto, a banda já havia compartilhado dois singles: “Neuro Massacre”, que é uma das faixas mais intensas da banda até hoje, e “Corrupted Self”, que contou com a participação especial de Marc Rizzo (ex-Soulfly) no solo.


Entre as faixas restantes do álbum, os fãs podem esperar algumas surpresas. A música “2020 (March to Glory)”, por exemplo, explora um lado do heavy metal que é novo para a banda: “Sem dúvidas foi a música mais diferente que já compusemos. Tenho muitos riffs e melodias diferentes que toco aleatoriamente no violão e que nunca pensamos que encaixaria no Claustro”, conta Marcus. Mas seu irmão e baterista da banda, Caio D’angelo enxergou potencial em um desses riffs: “Tive a inspiração e a certeza que teríamos que fazer algo com aquilo. Passei alguns dias criando batidas e montando uma sequência para que a música encontrasse o caminho certo”. Essa intuição trouxe resultado, e a ideia inicial se tornou a faixa que fecha o álbum.


O álbum foi produzido por Adair Daufembach em conjunto com a banda, e gravado no Northwood Sound Studio em Los Angeles, no auge da pandemia em agosto de 2020: “Esse disco vem com uma energia de muitos sentimentos e sensações de tudo o que o planeta estava passando naquele momento, misturado com 28 anos de história e bagagem pesada que a banda carrega”, conta Caio. Marcus complementa: “E a produção do Adair Daufembach foi essencial na caracterização e grandeza do som do álbum. Um mestre”


Esse é também o primeiro álbum da banda com a participação do baixista Rafael Yamada: “Fiquei muito feliz com o convite para fazer parte do Claustrofobia. Foi também a primeira vez que eu tive a oportunidade de compor com os caras, e a experiência engrandeceu muito a minha bagagem musical”, Rafael comenta. “Eu pude enxergar melhor a conexão entre o baixo e a bateria, e isso resultou em linhas muito mais conectadas com o groove da música. Posso dizer que esse disco abriu minha cabeça para um tipo de composição mais sólido e consistente.”


“Unleeched” é um lançamento do selo Wikimetal Music, em conjunto com o selo americano Metal Assault Records. A banda já adianta que o álbum estará disponível em formato físico no Brasil - e vai acompanhar uma surpresa especial para o público brasileiro, que deve ser anunciada nas próximas semanas.

Últimas Notícias