Cassação de Renato Freitas pode ser votada nesta sexta

05/05/2022


O vereador está sendo julgado por invasão à Igreja da Ordem



O Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba se reúne nesta sexta-feira para votar o parecer do vereador Sidnei Toaldo (Patriota) sobre a representação contra o vereador Renato de Freitas (PT), acusado de quebra de decoro por participar de uma manifestação antirracista na Igreja do Rosário, no dia 5 de fevereiro. Relator do caso, Toaldo anunciou que concluiu o documento e o colocará para discussão e votação.

A decisão pode ser adiada caso algum outro vereador do Conselho peça vista do parecer. Se isso acontecer, nova reunião será marcada semana que vem.

Na tarde do dia 5 de fevereiro, movimentos sociais em todo o país realizaram atos contra o racismo e a xenofobia, protestando contra os assassinatos do congolês Moïse Kabagambe e de Durval Teófilo Filho, no Rio de Janeiro. Em Curitiba, a manifestação foi marcada para o Largo da Ordem, do lado de fora da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. O protesto aconteceu ao mesmo tempo em que uma missa era realizada na Igreja do Rosário e, em dado momento, os manifestantes entraram no templo. Entre eles, estava Freitas.

Últimas Notícias