Casos de síndrome respiratória aguda devem cair no Paraná

17/02/2022


Dados constam do Boletim Infogripe, elaborado pela Fundação Oswaldo Cruz



O Boletim InfoGripe da Fiocruz, divulgado ontem, apresenta sinal forte de queda nas tendências de longo prazo (últimas seis semanas) e de curto prazo (últimas três semanas) nos casos notificados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A análise compreende o período entre 6 e 12 de fevereiro. Segundo o boletim, o Paraná apresenta queda na tendência de longo prazo (seis semanas) e estabilidade a curto prazo (três semanas). Já Curitiba apresenta tendência de queda a longo prazo, mas ainda sinal moderado de crescimento no curto prazo.

O documento ressalta que apesar do resultado positivo apresentado na última semana, com tendência de queda dos casos SRAG nos estados, é possível observar que o crescimento das taxas no final de 2021 e início de 2022 resultou em piora nos casos de SRAG por Covid-19 para crianças de 0 a 11 anos.

No caso dos idosos de 80 anos ou mais, a combinação entre epidemia de gripe junto à retomada de crescimento da Covid-19 no período resultou no maior número de casos de SRAG semanais, com cerca de 4,8 mil novos casos na SE 3, superando os cerca de 4,5 mil casos registrados na SE 9 do ano anterior, avaliam os pesquisadores.

Últimas Notícias