CASO MONARK | Kim Kataguiri admite erro e pede desculpas após fala sobre nazismo

11/02/2022


MP-SP e PGR apontam crime de apologia do nazismo cometidos pelo ex-apresentador do Flow Podcast e o deputado federal



O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) pediu desculpas após sua fala sobre o nazismo no podcast "Flow", em que tinha dito considerar que a Alemanha errou ao criminalizar a agremiação.


"Eu errei, eu disse algo que ofende a comunidade judaica. Que faz com que ela se sinta ameaçada. Eu errei e a comunidade judaica tem razão de me criticar por eu ter dito esse absurdo".


Durante episódio na última segunda (7), o apresentador do podcast Bruno Aiub, conhecido por Monark, afirmou que "nazista tinha que ter o partido nazista, reconhecido pela lei". Kataguiri também participou do programa e disse, na ocasião, que foi um erro a Alemanha ter criminalizado o partido nazista.


O parlamentar pediu desculpas durante uma live com o deputado estadual Heni Ozi Cukier (Novo).


Após a repercussão do assunto, o procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou nesta terça-feira (8) a abertura de uma investigação sobre suposto crime de apologia do nazismo praticado por Monark e por Kataguiri.


Fotos: Divulgação/Montagem Jornale





Últimas Notícias