Casa e consultório de médico de Maradona são alvos de buscas

19/11/2020


Leopoldo Luque acompanhou o ex-jogador em seus últimos dias de vida



O Ministério Público de San Isidro, na Argentina, ordenou neste domingo (29) uma operação de busca e apreensão na residência e no consultório particular de Leopoldo Luque, médico de Diego Armando Maradona no fim de sua vida.


A ação ocorreu no âmbito de um inquérito sobre as circunstâncias da morte do craque, que investiga uma hipótese de homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar. As buscas ocorreram na manhã deste domingo.


Segundo o jornal La Nación, os investigadores suspeitam de irregularidades na internação domiciliar de Maradona. O "Pibe de Oro" havia recebido alta do hospital em 11 de novembro, após passar por uma cirurgia na cabeça, e morreu 14 dias depois, vítima de parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre.


"Como Luque era o médico de cabeceira de Maradona, decidiu-se fazer uma busca na casa e no consultório para procurar documentações que determinem se houve irregularidades na internação domiciliar", disseram fontes citadas pelo jornal La Nación.


Luque não estava com Maradona no momento de sua morte, mas fez uma chamada de emergência para pedir uma ambulância às 12h16 daquela quarta-feira.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

19 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale