Camisa de Maradona contra a Inglaterra bate recorde em leilão: R$ 44,5 milhões

04/05/2022


Uniforme usado em jogo histórico da Copa de 86 pertencia a ex-jogador inglês



A camisa usada por Maradona no segundo tempo da partida entre Argentina x Inglaterra, na Copa de 86, foi vendida por um preço recorde: 7,14 milhões de libras (R$ 44,5 milhões). É o maior valor já pago por um uniforme esportivo em um leilão.


A camisa azul com o número 10 prateado às costas pertencia ao ex-jogador inglês Steve Hodge, que garante ter trocado de uniforme com Maradona após o jogo no estádio Azteca (Cidade do México). Vestido com a peça, o craque argentino marcou, no segundo tempo da partida, dois dos gols mais famosos da história do futebol: o com a mão esquerda, que abriu o placar, e o lindo tento, em que arrancou desde o campo de defesa, driblando todos os adversários à frente, para fazer o segundo gol argentino na vitória por 2 a 1, pelas quartas de final.


O valor final superou a estimativa da casa de leilões Sotheby's, que realizou a venda pela internet. A expectativa era que o uniforme alcançasse entre 4 milhões e 6 milhões de libras (de R$ 25 milhões a 37,6 milhões).


O recorde de valor pago por um uniforme esportivo pertencia a uma camisa usada pelo ídolo do beisebol Babe Ruth, vendida por US$ 5,64 milhões em 2019 (R$ 28,3 milhões pela cotação atual).


A famosa camisa do gol "Mão de Deus" esteve durante anos exposta no Museu do Futebol localizado em Manchester, cedida por Hodge.


O leilão causou polêmica na Argentina. Familiares de Maradona levantaram dúvidas sobre a autenticidade da peça. Dalma, filha do craque, alegou que o uniforme seria o do primeiro tempo do confronto diante da Inglaterra. E que, portanto, não o utilizado quando os dois gols foram marcados.

Últimas Notícias