Bolsonaro faz minirreforma e troca seis ministros

29/03/2021


Entre os ministérios estão Justiça, Defesa e Relações Exteriores



O presidente Jair Bolsonaro confirmou na tarde desta segunda-feira a mudança no comando de seis pastas do primeiro escalão do Governo Federal. A minirreforma ministerial inclui trocas na Casa Civil da Presidência da República, no Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), no Ministério das Relações Exteriores, na Secretaria de Governo, no Ministério da Defesa e na Advocacia-Geral da União (AGU).


A Casa Civil será comandada pelo general Luiz Eduardo Ramos, em substituição ao também general Braga Netto. Ramos, que até então ocupava a Secretaria de Governo, será substituído pela deputada federal Flávia Arruda (PL), da base de apoio do governo no Congresso. Já Braga Netto será deslocado para o comando do Ministério da Defesa no lugar do general Fernando Azevedo e Silva, que pediu demissão do cargo. Também foi confirmada a mudança no Ministério das Relações Exteriores, com a saída de Ernesto Araújo e a ascensão do diplomata Carlos Alberto França, atualmente assessor especial de Bolsonaro.


Na AGU, André Mendonça retorna ao cargo no lugar de José Levi, que também pediu demissão do cargo. Para comandar o Ministério da Justiça, Bolsonaro designou o delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres, atual secretário de Segurança Pública do Distrito Federal.

Últimas Notícias