Bolsonaro faz a sua quarta visita em Foz do Iguaçu

11/10/2020


Presidente vem no dia 15 para reabrir a Ponte da Amizade



Em menos de um ano e oito meses, o presidente Jair Bolsonaro retorna pela quarta vez a Foz do Iguaçu, na fronteira do Brasil com o Paraguai, no próximo dia 15. Ele terá pelo menos duas agendas no local: visita às obras da Ponte da Integração, financiada pela margem brasileira de Itaipu, e participa junto com o presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, o Marito, de ato simbólico de reabertura da Ponte da Amizade. A ponte está fechada há quase sete meses por causa da pandemia da covid-19. Toda a agenda presidencial deve ser cumprida entre 9h e 11h.


Os protocolos e um cinturão sanitário estão sendo providenciados para o livre trânsito seguro da população na ligação mais movimentada entre os dois países. A reabertura virou um clamor popular dos paraguaios que dependem economicamente do Brasil. A expectativa é que, aos poucos, o comércio de Ciudad del Este, o maior shopping ao ar livre da América do Sul, volte a receber visitantes.


Esta é a quarta vez que o presidente visita Foz em um ano e oito meses. Só neste ano, esta será a segunda vez que Bolsonaro vem a Foz. A última foi no dia 27 de agosto, quando participou do lançamento da pedra fundamental da duplicação de um trecho de 8,7 quilômetros da BR-469, a chamada Rodovia das Cataratas. As obras devem começar no primeiro trimestre de 2021.


Em 2019, o presidente esteve na cidade no dia 26 de fevereiro, durante a posse do general Joaquim Silva e Luna como diretor-geral brasileiro de Itaipu. Depois, no dia 10 de maio, ele teve nova agenda para o lançamento da pedra fundamental da segunda ponte, cujas obras estão 40% avançadas.


Na visita às obras da segunda ponte, o presidente será acompanhado dos ministros de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e de Minas e Energia, Bento Albuquerque. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também deve acompanhar o presidente.


A reabertura da Ponte da Amizade - que se estenderá às demais cidades de fronteira do Brasil e Paraguai - deverá será feita durante ato simbólico, nas proximidades das aduanas entre os dois países. Os detalhes estão sendo definidos pela presidência e ministérios de Relações Exteriores do Brasil e do Paraguai. A agenda de Bolsonaro em Foz deve começar pela segunda ponte e terminar na Ponte da Amizade.


22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest