Alison Santos alcança a melhor marca do mundo de 2021 nos 400 m com barreiras

24/04/2021


Atleta paulista, de 20 anos, venceu a prova no Torneio Drake Relays



O paulista Alison Brendom Alves dos Santos (Pinheiros), a maior revelação do atletismo brasileiro nos últimos anos, venceu neste sábado (24/4) a prova dos 400 m com barreiras do tradicional torneio Drake Relays, em Des Moines, Iowa, nos Estados Unidos. Ele ganhou com 48.15, novo recorde pessoal e brasileiro da categoria sub-23, e melhor marca do mundo de 2021 no Ranking da World Athletics.


Qualificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Alison participa do Camping Internacional de Treinamento e Competições em Chula Vista, na Califórnia. Na terça-feira, ele embarca juntamente com outros atletas que estão nos Estados Unidos para a Polônia, onde integrará o 4x400 m misto no Campeonato Mundial de Revezamentos da Silésia, que será disputado no sábado (1/5) e domingo (2/5).


Aos 20 anos – completará 21 no dia 3 de junho -, o atleta nascido na cidade de São Joaquim da Barra vem conseguindo resultados muito expressivos ainda na categoria juvenil. Entre seus títulos, o finalista do Campeonato Mundial de Doha-2019, tem a medalha de ouro no Sul-Americano de Lima, dos Jogos Pan-Americanos de Lima e na Universíade de Nápoles – todos em 2019.


O recorde brasileiro sub-23 anterior era de Everson da Silva Teixeira, com 48.28, obtido na final da prova nos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996, e igualado por Alison no Campeonato Mundial de Doha-2019.


Por causa da pandemia, Alison não disputou nenhuma competição em 2020. O tempo parado, porém, não o atrapalhou e voltou muito bem em 2021. Ele já havia corrido os 400 m com barreiras em 49.56, no dia 10 de abril, em Azusa, e os 400 m rasos em 45.78, no dia 4 de abril, em Chula Vista.


O recorde pessoal anterior era justamente 48.28, obtido com a sétima colocação em Doha. Com a marca de 48.15, ele passa a ter a terceira melhor marca da história na América do Sul e a segunda do Brasil, atrás somente dos 48.04 de Eronilde Araújo, obtidos em Nice, na França, em 12 de julho de 1995.


No Drake Relays, o norte-americano Kenny Selmon ficou em segundo lugar com 48.87, seguido de seu compatriota Amere Smith, com 49.69.

Últimas Notícias