A importância dos diabéticos se vacinarem contra a pneumonia

11/11/2020


Vacinas pneumocócicas diminuem o risco de pneumonias em diabéticos



O Dia Mundial da Pneumonia é celebrado em 12 de novembro e tem como objetivo alertar sobre uma doença frequente, que acomete todas as faixas etárias, e que apresenta alta incidência de complicações. De acordo com dados do Portal da Transparência – Registo Civil, houve 1091 óbitos por pneumonia em Curitiba desde o início do ano e mais de 7 mil em todo o Paraná. Já o dia 14 de novembro é o Dia Nacional do Diabetes, que chama a atenção da população e dos órgãos competentes para os riscos do diabetes e para medidas de prevenção e controle desta enfermidade.

Para a especialista Myrna Campagnoli, endocrinologista e diretora médica do Laboratório Frischmann Aisengart, as datas são extremamente importantes uma vez que as doenças causadas pela bactéria pneumococo, que é a principal causa de pneumonia, podem comprometer o estado de saúde de pacientes com doenças crônicas, como o diabetes mellitus. “Pacientes diabéticos têm um risco aumentado de agravamentos das infecções pelo pneumococo, especialmente se já apresentarem alguma comorbidade como a insuficiência renal crônica ou problemas cardiovasculares. Dessa forma, a melhor maneira para reduzir os riscos associados a tais infecções é realizar a vacinação anti pneumocócica”, diz.

As doenças pneumocócicas são causadas pela bactéria pneumococo e a transmissão ocorre por meio de gotículas de saliva e muco. Em alguns casos, os portadores do pneumococo podem não apresentar sintomas da doença, mas são capazes de infectar outras pessoas. “A vacina pneumocócica 23 é recomendada para os pacientes diabéticos. Para as pessoas com 65 anos ou mais, são indicadas a 23 e a vacina pneumocócica 13. A pneumocócica conjugada 13 previne contra pneumonia, meningite, sinusite e otite causada por 13 sorotipos, e deve ser aplicada em crianças, adolescentes e adultos”, explica Myrna.

Além de reduzir as complicações da pneumonia nos indivíduos com doenças crônicas, como o diabetes, a vacinação deste ano ganhou ainda mais força devido à pandemia da Covid-19. “A vacinação contra pneumococo contribui para desafogar o sistema de saúde do país por reduzir o número quadros respiratórios agudos. Com isso, há uma redução na disputa por leitos hospitalares, melhorando a qualidade dos serviços de saúde neste momento tão importante”, finaliza Myrna.

Últimas Notícias