Ações da Petrobras desabam e Ibovespa perde os 100 mil pontos

17/06/2022


Principal índice da B3 fechou em queda de quase 3%



O Ibovespa , principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, fechou em forte queda nesta sexta-feira (17), pressionada pelo tombo das ações da Petrobras, perdendo o patamar dos 100 mil pontos pela primeira vez desde novembro de 2020.


O Ibovespa perdeu 2,90%, encerrando o dia a 99.824 pontos. Na mínima da sessão, chegou a 98.402 pontos. Veja mais cotações.


Com o tombo desta sexta-feira, o índice acumulou declínio de 5,3% na semana, a maior queda desde outubro de 2021. No mês, passou a acumular recuo de 10,29% no mês. No ano, a queda agora está em 4,71%.


Petrobras desaba

As ações da Petrobras desabaram mais de 7%, na esteira do forte declínio do petróleo no exterior, mesmo após a estatal anunciar nova alta nos preços dos combustíveis. Mais cedo, os papéis chegaram a cair mais de 10%.


As ações ordinária da Petrobras (PETR3) fecharam em queda de 7,25%, a R$ 29,93, enquanto que as preferenciais (PETR4) perderam 6,09%, a R$ 27,31.


Últimas Notícias