Produção de panelas e fogões movimenta economia

O Sudoeste do Paraná concentra um importante polo de produção de panelas e fogões



A região se especializou no segmento e hoje, além das fábricas, conta com fornecedores e outras empresas diretamente ligadas a ele, movimentando a economia local.


Considerado o segundo maior polo industrial de panelas do País, perdendo apenas para o estado de São Paulo, a região concentra dezenas de grandes e pequenas fábricas. De acordo com dados do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Pato Branco (Sindimetal/Sudoeste), que congrega fabricantes de artigos de metal para uso doméstico, serralherias, esquadrias, baterias e equipamentos eletreletrônicos, são cerca de 800 indústrias metalmecânicas espalhadas pelo Estado.


Uma das maiores é a Atlas, fabricante de fogões, localizada em Pato Branco. Considerada uma empresa âncora, é a maior empregadora da região, com 1.800 empregos diretos, 1.200 deles na fábrica. Em função dela, diversos fornecedores instalaram-se nas redondezas. Para o CEO da empresa, Marcio Veiga, é este tipo de facilidade que acabou tornando o Sudoeste um polo de indústrias desde segmento.


A fábrica produz fogões das marcas Atlas e Dako, com uma capacidade produtiva de 12 mil unidades por dia. Anualmente, são 2,5 milhões de peças. Os produtos são vendidos para todo o Brasil, sendo que a região Sudeste é a maior consumidora.


Projeto Feito no Paraná criado pelo Governo do Estado, o projeto busca dar mais visibilidade para a produção estadual. O objetivo é estimular a valorização e a compra de mercadorias paranaenses. “Exemplos de produtos paranaenses com qualidade reconhecida dentro e fora do Estado não faltam”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Ao prestigiar as nossas empresas, também ajudamos na criação e manutenção dos empregos”, destaca.


O projeto foi elaborado pela Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes e busca estimular a economia e a geração de renda. “Queremos mostrar à população as vocações produtivas regionais, destacar a qualidade do que é feito perto de casa e, como consequência, impulsionar o desenvolvimento de empresas que oferecem emprego a quem vive no Paraná”, reforça o secretário Valdemar Bernardo Jorge.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest