Cinco são presos por fraude em licitações no Oeste do Paraná

PF diz que esquema movimentou R$ 60 milhões desde 2013




A Polícia Federal prendeu ontem cinco pessoas e cumpriu 51 mandados de busca e apreensão em São Miguel do Iguaçu e Missal, no Oeste do Paraná, em uma operação que investiga fraudes em licitações nas áreas de saúde, limpeza, esporte e cultura. Segundo a PF, as investigações apontam que, desde 2013, o esquema teria movimentado cerca de R$ 60 milhões.


Além dos cinco mandados de prisão cumpridos, um dos alvos foi o prefeito de São Miguel do Iguaçu, Cláudio Dutra, que já havia sido preso em uma operação do Gaeco, no dia 23 de setembro, em outra investigação sobre fraudes em licitações. Segundo as investigações, 25 licitações em serviços de saúde, limpeza urbana, esporte e cultura foram direcionadas com participação de empresas de fachada para favorecer o empresário Charles Zilio. O advogado de Zilio disse que tomará as medidas cabíveis assim que tiver acesso às provas.


A PF informou também que foram cumpridas 44 ordens de afastamento de sigilo bancário e fiscal, além do bloqueio de R$ 20 milhões em bens dos alvos. Ao todo, 200 agentes da PF atuaram nos cumprimentos dos mandados.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

27 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale