banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Deputados pedem inserção de indicadores sobre violências contra mulheres no site da Sesp

Pedido semelhante havia sido feito em abril pela Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná


Os deputados estaduais Cobra Repórter (PSD) e Cantora Mara Lima (PSC) apresentaram, nesta segunda-feira (21), um requerimento na Assembleia Legislativa do Paraná sugerindo a inserção de indicadores sobre violências contra as mulheres no site da Secretaria da Segurança Pública (Sesp) e dados de ocorrências nos anos de 2019 e 2020 (até o mês de agosto) no Paraná. O requerimento foi endereçado ao secretário, Romulo Marinho Soares.


“Este pedido chegou até nós através do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher. A solicitação é da criação, no site da Sesp, de um espaço específico para estatísticas sobre o tema Violência Contra as Mulheres. A administração pública detém de recursos tecnológicos suficientes para que os registros de ocorrências permitam o seccionamento de dados por sexo, cor, idade, município, etc., facilitando a observação científica do fenômeno da violência, a tomada de resoluções e a promoção de conscientização da população contra a violência à mulher”, justificou Cobra Repórter.


Vale destacar que os deputados Cobra Repórter e Mara Lima são os autores de um Projeto de Lei (PL) para instituir, em caráter permanente, a Força-Tarefa de Defesa dos Direitos da Mulher no Paraná. Estão entre os objetivos concentrar o apoio e a participação executiva de organismos de todos os Poderes do Estado, da sociedade civil organizada e empresas privadas para realização operacional de ações de resultado imediato e efetivo, de prevenção, combate e repressão aos crimes contra as mulheres.


Pedido semelhante havia sido feito em abril pela Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná. Na ocasião, a deputada Cristina Silvestri (CDN), procuradora da Mulher, solicitou a divulgação periódica – semanal ou quinzenal – dos números da violência doméstica durante o período de quarentena frente ao coronavírus. O pedido foi assinado pela procuradora da Mulher, deputada Cristina Silvestri (CDN), com o apoio de todas as integrantes da Bancada Feminina da Casa: deputadas Cantora Mara Lima (PSC), Mabel Canto (PSC), Maria Victoria (PP) e Luciana Rafagnin (PT).


A Procuradoria relembra, na época da apresentação do requerimento, que o único dado público que órgãos de enfrentamento tiveram acesso desde o início do período de isolamento foi referente ao primeiro final de semana de quarentena, através de dado repassado pela Polícia Militar à imprensa. Comparando o final de semana do dia 13 de março, o último antes da quarentena, e o final de semana do dia 21 de março, o primeiro após o isolamento, o aumento de registros foi de quase 15%. Após este período, entretanto, nenhum novo dado oficial público foi divulgado.


Fonte: ALEP

4 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest