Leprevost diz que não vai apoiar Greca

Deputado afirma que tem divergências graves com prefeito



Depois de anunciar sua retirada de candidatura à Prefeitura de Curitiba, o deputado federal Ney Leprevost (PSD) afirmou que não irá apoiar a reeleição do atual prefeito Rafael Greca (DEM). “Minhas divergências com Greca são históricas e seria incoerente da minha parte apoiá-lo”, disse.


O deputado foi convocado pelo governador Ratinho Junior para reassumir a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, o que deve ocorrer nos próximos dias. No entanto, Leprevost diz que o governador está cometendo “um erro” na decisão de apoiar Greca.


“Tenho cá comigo que Greca pode lá na frente fazer com Ratinho o que fez com todos que o apoiaram, que é virar as costas. Foi assim com Jaime Lerner, foi com Fani Lerner, Cassio Taniguchi, Roberto Requião e Beto Richa”, afirmou.


A saída da disputa de Leprevost abre caminho para que Eduardo Pimentel permaneça como vice de Greca. “A vontade do governador é que Eduardo Pimentel seja vice de Greca e, até por isso, eu devo me licenciar da presidência do partido, porque não vou participar da campanha em hipótese nenhuma”.

Últimas Notícias