banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Paraná tem 1496 políticos na lista de inelegíveis

O ex-administrador do Porto Eduardo Requião está entre os inelegíveis



O Tribunal de Contas do Estado entregou nesta quarta-feira ao Tribunal Regional Eleitoral a relação de 1496 políticos e agentes públicos que tiveram suas contas desaprovadas nos últimos oito anos e cujos processos foram finalizados. Desse total, 492 prefeitos ou ex-prefeitos, quatro vice ou ex-vice-prefeitos e 289 vereadores ou ex-vereadores.


A lista inclui, entre outros nomes, a ex-primeira-dama Fernanda Richa e o irmão do ex-governador Roberto Requião, Eduardo Requião. Segundo o TCE, Fernanda teve as contas de uma transferência feita pela Secretaria da Família, que ela comandava em 2014, julgadas irregulares.


Já Eduardo Requião é alvo de um grande número de processos no TCE, em razão de sua gestão como superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, durante o governo de seu irmão. Em 2012, por exemplo, o tribunal rejeitou as contas da autarquia relativas a 2006, sob responsabilidade dele.

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest