Operação mira suspeitos de fraudar licitações na limpeza urbana de Curitiba

Polícia Civil cumpriu sete mandados de busca e apreensão



A Polícia Civil cumpriu neste sábado sete mandados de busca e apreensão em uma operação contra fraudes em licitações da Prefeitura de Curitiba para prestação de serviços de limpeza urbana. Os mandados de Justiça foram cumpridos na Capital, Almirante Tamandaré e Colombo, e têm como alvo sete empresários suspeitos de participar um esquema com várias empresas para participar das licitações, simulando concorrência entre elas e impedindo a participação de outras empresas menores.


Segundo o delegado Leandro Farnese, dois carros e uma motocicleta de luxo foram apreendidos durante a operação, além de celulares e documentos. Cerca R$ 6 milhões foram bloqueados de contas bancárias dos empresários e de cinco empresas ligadas a eles. As empresas também foram proibidas de participar de novas licitações e contratar com poder público, de acordo com a polícia.


Os empresários devem responder por fraude à licitação e associação criminosa, com penas de até sete anos de prisão, além de multa. A justiça também pode decretar o perdimento dos bens e a devolução dos valores recebidos do município.


Em nota, a Prefeitura de Curitiba afirmou que colabora com as investigações. "Todas as documentações e informações solicitadas ao município foram apresentadas para que a Polícia Civil prossiga com o inquérito", aponta a nota.

21 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest