banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Suspeitos de torturas e mortes em presídios viram alvo do Gaeco

Mandados de prisão e de busca foram cumpridos em oito cidades do Paraná


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) realizou nesta quinta-feira em oito cidades do Paraná a Operação Tentorium, que teve como alvos suspeitos de execuções, espancamentos e torturas dentro de presídios do Estado. Ao todo foram cumpridos 54 mandados de prisão, 42 deles contra pessoas já detidas em estabelecimentos prisionais de Guarapuava, Ponta Grossa, Prudentópolis, Campina do Simão, Cantagalo, Quatro Barras, Piraquara e Paranaguá.


De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), os crimes foram cometidos dentro dos presídios por causa de brigas entre grupos criminosos rivais e dívidas das vítimas com o tráfico de drogas. Segundo as investigações, pelo menos cinco pessoas foram mortas por enforcamento na Cadeia Pública de Guarapuava. Um dos alvos da operação teria confessado estes crimes em depoimento.


Além de prisões foram apreendidas uma pistola, três espingardas, dois revólveres, R$ 9,8 mil em dinheiro e 36 celulares, além de 36 gramas de maconha, 62 gramas de crack, 43 gramas de cocaína e 360 comprimidos de rebite.

25 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest