banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Alvaro e Arns votaram pela derrubada do veto a reajustes

Decisão do Senado foi revertida pela Câmara


Dos três senadores paranaenses, dois deles – Alvaro Dias (Podemos) e Flávio Arns (Rede) – votaram pela derrubada do veto do presidente Bolsonaro ao reajuste de servidores públicos no orçamento de 2021. Segundo o Ministério da Economia, a medida era necessária para evitar que os R$ 120 bilhões saísse da iniciativa privada, ou seja, da proposta de desoneração da folha de pagamentos.


A proibição do reajuste foi um acordo entre o governo federal e os governadores em troca do socorro emergencial aos estados, de R$ 120 bilhões. Dos paranaenses, apenas Oriovisto Guimarães (Podemos) votou pela manutenção do veto. Entre os 81 senadores, 30 votaram para manter o veto e 42 votaram para derrubá-lo.


“Nós não aprovamos aumento de salário para servidores públicos. Isso é fake news. O Senado derrubou o veto, mas não reajustou o salário de ninguém e nem tem competência para isso”, defendeu-se Alvaro Dias.

2 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest