banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Escolas do Pinheirinho e Tatuquara fornecem kits de alimentação

Os kits de alimentação são para famílias que têm crianças matriculadas nessas unidades



Escolas municipais das regionais Tatuquara e Pinheirinho cumprem nesta quinta-feira (13/8), mais uma etapa do fornecimento dos kits de alimentação às famílias que têm crianças matriculadas nessas unidades.


Foram disponibilizados 11.843 kits para as escolas da Regional Tatuquara e 9.621 para as unidades do Pinheirinho. Pais ou responsáveis podem retirar o material até às 17h nas escolas onde os filhos estudam.


O fornecimento do kit pela administração municipal busca compensar a ausência de alimentação escolar durante a suspensão das aulas presenciais, devido à pandemia do novo coronavírus.


Nesta sexta-feira (14/8), os kits serão disponibilizados nas regionais Boqueirão e Cajuru, fechando a etapa de fornecimento do mês de agosto.


Polenta no cardápio


“Este kit é excelente. Eu faço polenta que meu filho gosta muito”, contou Eliane Elói Zenke, mãe do Vitor, 10 anos, que estuda na Escola Municipal Professor Osvaldo Arns, no Tatuquara.


Eliane trabalha em um supermercado e sustenta a casa. Para ela, esta ajuda é muito importante.


“É muito bom. Eu faço as refeições para o meu filho, ele é fã também de macarrão, gosta muito de massa”, entregou.


Consulta aos pais


De acordo com a diretora da unidade, Josane Ribeiro da Silva, além da entrega dos kits alimentação e pedagógico, a escola está fazendo uma consulta junto aos pais para averiguar o comportamento dos alunos em casa e ter bases para dar mais suporte às famílias.


“Nós estamos fazendo uma pesquisa para saber se eles estão acompanhando as atividades pela TV ou pelo YouTube e saber o que pensam sobre o retorno às aulas presenciais”, explicou Josane.


Grupo no WhatsApp


Enquanto as aulas presenciais não voltam, os professores do CMEI Lourdes Araújo Canet se comunicam com os pais e as crianças pelo WhatsApp.


“Nós criamos um grupo no aplicativo em que são propostas atividades semanais. Os pais dão a devolutiva com fotos e relatos sobre as crianças”, explicou a diretora Cintia dos Anjos Gabardo.


Sílvia Knaut Vutvol, mãe de Pedro Leonardo, 2 anos, foi pela manhã apanhar o seu kit. Confeiteira de profissão, ela atualmente não está trabalhando.


“O kit ajuda bastante. Para nós dura em média duas semanas”, contou.


Use máscara


Para retirada dos kits na unidade, é obrigatório o uso de máscaras e o respeito ao distanciamento social.


No momento da retirada, o responsável pela criança matriculada precisa apresentar o CPF ou a carteira de identidade. Também precisa ter o nome do estudante matriculado e nome da instituição de ensino, para conferência de dados.


As entregas são realizadas em horário determinado conforme cronograma, evitando, assim, as aglomerações e atendendo as recomendações dos órgãos de saúde.


Além dos kits, os pais também levam atividades pedagógicas complementares elaboradas pelos professores a partir do conteúdo da TV Escola Curitiba. O material complementa as videoaulas e é retirado a cada 15 dias diretamente nas unidades.


Fonte: Prefeitura de Curitiba

27 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest