Em reunião com BNDES, Curitiba conhece possibilidades para iluminação pública

Dentre os benefícios esperados deste novo modelo de contratação estão o aumento da qualidade da iluminação



Secretários e técnicos da Prefeitura de Curitiba e especialistas do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e do consórcio de consultores envolvidos na estruturação da parceria público-privada (PPP) da iluminação pública debateram, nesta terça-feira (4/8), as opções que poderão ser adotadas por Curitiba em sua PPP.


Realizada por videoconferência, a reunião de apresentação dos cenários com base no levantamento minucioso dos dados técnicos de Curitiba e mais aprofundado de 800 pontos de iluminação é mais uma etapa do projeto que vai transformar a iluminação da cidade, com tecnologia, economia e preservação do meio ambiente. A expectativa é lançar a PPP em 2021.


Dentre os benefícios esperados deste novo modelo de contratação estão o aumento da qualidade da iluminação com a implantação de luminárias de LED em toda a cidade, ganhos de eficiência energética, podendo chegar a uma economia de 50%, segurança e bem-estar da população, incluindo a proteção no trânsito da cidade, valorização do patrimônio cultural e de áreas de convivência com iluminação diferenciada.


Curitiba já vem utilizando luminárias de LED. A expectativa é chegar até o fim do ano com um total de 61 mil pontos de iluminação com LED, o equivalente a 38% do parque de iluminação da cidade. Com a PPP, a mudança para LED se estenderá para toda a cidade.


Existe ainda a possibilidade de monitoramento remoto da iluminação nas principais vias da cidade, com o uso da telegestão, que abrirá outras frentes para o desenvolvimento de novos serviços futuramente.


A reunião encerrou a primeira fase da estruturação da PPP, o que vem sendo executado pelos especialistas e técnicos da Prefeitura e do BNDES e consultores, mesmo durante a pandemia.


“Temos tido uma interação boa com toda a equipe técnica da Prefeitura em suas diversas áreas, como IPPUC, Procuradoria, Secretaria de Obras”, citou o especialista da área de estruturação de parcerias de investimentos do BNDES, Leonardo Branco.


“E a qualidade das informações tem sido acima da média em relação a outros projetos”, observou o especialista do BNDES, responsável pela modelagem da PPP curitibana.


Equilíbrio


O chefe da equipe do BNDES, Guilherme Martins, acentuou que o banco, com sua experiência em parcerias público-privadas desde a década de 1990 e mais fortemente nos últimos quatro anos, busca um projeto sólido para Curitiba. “Estamos preocupados em entregar um projeto compatível com o interesse público e que possa atrair o investidor privado”, defendeu.


Além da área de iluminação pública, os outros segmentos de infraestrutura nos quais o banco mais atua são saneamento, rodovias e portos.


Um dos aspectos que chamaram a atenção dos especialistas nas PPPs foi a arborização da cidade, que traz impacto direto na iluminação pública.


“A cidade é extremamente verde. E esta característica será preservada, pois está no DNA de Curitiba. Vamos aliar tecnologia à qualidade de vida dos cidadãos curitibanos”, declara o coordenador do projeto na Prefeitura de Curitiba, Everton Mesquita.


Em Curitiba, segundo o levantamento técnico, 2/3 dos pontos de iluminação sofrem interferência arbórea. Por isso, o projeto preliminar propõe, em caráter excepcional, a inclusão da poda adequada para a manutenção da boa iluminação pública, o que deverá ser fiscalizado pela Prefeitura de Curitiba.


Outra característica do modelo escolhido para Curitiba está relacionado à iluminação cênica da cidade. Atualmente existem 68 pontos com este tipo de iluminação. A expectativa é ter outros 153 locais com esse tipo de iluminação, que valoriza a paisagem cultural, artística, e os pontos históricos de Curitiba.


Fonte: Prefeitura de Curitiba

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest