banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Câmara retira saque do FGTS da pauta de votação

Decisão fará com que MP do governo perca a validade

Os deputados decidiram não votar a Medida Provisória (MP) que autoriza saques de R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) durante a pandemia da Covid-19. A maioria dos deputados aceitou o pedido de retirada da matéria de pauta feito pelo líder do governo, Vitor Hugo (PSL). Com isso, a MP perderá efeito sem ser votada.

É a segunda vez que a matéria passa pela Câmara porque sofreu alterações no Senado. O texto dos senadores permitia a movimentação da totalidade dos recursos do FGTS pelo trabalhador, o que contrariou o governo, que preferiu a caducidade da MP à sua aprovação dessa maneira.

1 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest