Prefeitura requisita medicamentos de clínicas particulares

Paraná enfrenta escassez de remédios para sedação



A Prefeitura de Curitiba fez uma ação de fiscalização e requisitou estoques de anestésicos das clínicas particulares. Os medicamentos, conforme a administração municipal, são usados em UTIs que tratam de pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.


Pelo menos seis clínicas da capital foram visitadas entre segunda (27) e esta quarta (29). Os medicamentos requisitados serão ressarcidos pelo município, pelo valor atual de mercado, ainda segundo a prefeitura.


Recentemente, o secretário estadual de Saúde do Paraná, Beto Preto, alertou sobre a escassez dos medicamentos para sedação nas unidades de terapia intensiva e disse que a situação ocorreu por conta da alta demanda de casos.


A prefeitura da capital paranaense disse que ainda está sendo avaliada a qualidade dos medicamentos e também a quantidade para definir a destinação. A princípio, os medicamentos serão encaminhados para o Hospital do Idoso e o Hospital Vitória.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

17 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest