banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Estrela de E o Vento Levou, Olivia de Havilland, morre aos 104 anos

A atriz morreu de causas naturais em sua casa em Paris.

Uma das estrelas de E o Vento Levou, Olivia de Havilland, considerada a última atriz sobrevivente da Idade de Ouro de Hollywood, morreu no domingo aos 104 anos, informou o Hollywood Reporter.


De acordo com a publicação, que cita seu agente, a atriz morreu de causas naturais em sua casa em Paris, onde vivia há mais de 60 anos.


A carreira de Havilland inclui dois Oscar, uma vitória sobre o sistema de estúdios de Hollywood e uma longa disputa com a irmã Joan Fontaine, em uma história digna de um roteiro cinematográfico.


A atriz chamou a atenção pela primeira vez ao contracenar com Errol Flynn em uma série de filmes a partir da década de 1930 e causou uma impressão duradoura como a recatada bela do sul Melanie, em E o Vento Levou, em 1939.


Mais tarde em sua carreira, a atriz teria que lutar para conseguir papéis mais desafiadores - uma batalha que acabou no tribunal, mas a levou ao Oscar por Só Resta Uma Lágrima, em 1946, e A Herdeira, em 1949.


Havilland, uma americana naturalizada que nasceu de pais ingleses no Japão, vivia em Paris desde 1953. Ela fez poucas aparições públicas depois de se aposentar, mas retornou a Hollywood em 2003 para participar da cerimônia do 75º Oscar.

2 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest