STF ordena e Twitter suspende contas de bolsonaristas

A ação foi feita dentro do inquérito das fake news



Por ordem do Supremo Tribunal Federal, o Twitter suspendeu nesta sexta-feira (24) contas pessoais do presidente do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, e de outros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como os empresários Luciano Hang, Edgar Corona e Oscar Fakhoury, a ativista Sarah Winter e o blogueiro Allan dos Santos.


A assessoria de imprensa do Supremo confirmou que o bloqueio das contas refere-se ao cumprimento da decisão tomada pelo ministro Alexandre de Moraes em 27 de maio.


Na ocasião, Moraes determinou no âmbito do inquérito das fake news uma série de medidas judiciais, como o cumprimento de mandados de busca e apreensão e quebras de sigilo contra apoiadores de Bolsonaro.


A ação tem por objetivo identificar quem estaria financiando esse esquema fraudulento de divulgação de notícias falsas e ameaças a ministros do STF.


A decisão cita como titulares das contas a serem suspensas: Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB; Luciano Hang, empresário; Edgard Corona, empresário; Otávio Fakhoury, empresário; Edson Salomão, assessor do deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia; Rodrigo Barbosa Ribeiro, assessor do deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia; Bernardo Küster, blogueiro; Allan dos Santos, blogueiro; Winston Rodrigues Lima, militar da reserva; Reynaldo Bianchi Júnior, humorista; Enzo Leonardo Momenti, youtuber; Marcos Dominguez Bellizia, porta-voz do movimento Nas Ruas; Sara Giromini; Eduardo Fabris Portella; Marcelo Stachin e Rafael Moreno.

25 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest