Roland Garros terá público limitado a 60% da capacidade

Os ingressos começarão a ser vendidos aos sócios da FFT a partir da próxima quinta-feira (9).

O tradicional torneio de tênis de Roland Garros, em Paris (França), será aberto ao público, mas com limitação entre 50 a 60% da capacidade do complexo esportivo. Em nota oficial, a Federação Francesa de Tênis (FFT) explicou que a decisão de permitir a presença de espectadores no torneio está de acordo com as medidas restritivas do Ministério do Esporte do país, que visam evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19). O evento está programado para o período entre 21 de setembro e 11 de outubro.


“Tendo em vista as informações atuais e projetadas sobre a saúde e em conexão com as autoridades públicas com as quais trabalhamos para definir as melhores condições para receber nosso público, a FFT favorece uma opção de organização responsável que limita a capacidade do estádio a vários espectadores, com o princípio de um indicador global, atualmente em vigor nos cinemas ou teatros”, diz em nota da entidade.


Os ingressos começarão a ser vendidos aos sócios da FFT a partir da próxima quinta-feira (9), e para o público em geral no dia 16 deste mês. A FFT ainda deixa em aberto a possibilidade o aumentar ou reduzir a venda de bilhetes, levando em consideração o cenário da covid-19 no país.


O Grand Slam de Roland Garros foi o primeiro a ser adiado em decorrência da pandemia. Tradicionalmente o torneio é disputado no mês de maio, desde 1891, em Paris. Torcedores, assim como jogadores e suas respectivas comissões, deverão cumprir protocolos de segurança sanitária que serão divulgados futuramente pela FFT.


*EBC

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest