Prefeitura terá R$ 250 milhões para obras de melhoria urbana

O dinheiro será aplicado também em novas estações de transporte, na ampliação da estrutura cicloviária, em nova escola e creches, entre outras intervenções de melhoria urbana.

Dirigentes da Caixa Econômica Federal foram recebidos nesta quinta-feira (2/7), na Prefeitura, pelo prefeito Rafael Greca, pelos secretários de Finanças, Vitor Puppi, e de Administração e de Gestão de Pessoal, Alexandre Jarshel de Oliveira, e pelo presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e secretário do Governo, Luiz Fernando Jamur. Eles trataram de projetos e obras no valor de R$ 250 milhões com financiamento da Caixa.


“Estamos aqui para selar o empréstimo que permitirá fazer a Rua da Cidadania da CIC, um grande programa de pavimentação, um edifício inteligente no Vale do Pinhão, na Rua Engenheiros Rebouças, e um programa de drenagem para a prevenção de cheias e enchentes. Um pouco do futuro de Curitiba hoje foi decidido aqui”, disse o prefeito Rafael Greca.


Representaram a Caixa a superintendente de Rede, Giselle Matioski, o superintendente Executivo de Governo, Marques Calixto, e a gerente-geral de rede, Sandra Regina Biondo.


A formalização do empréstimo foi realizada no início de junho. Os recursos integram o programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento (Finisa), da Caixa Econômica Federal.


O dinheiro será aplicado também em novas estações de transporte, na ampliação da estrutura cicloviária, em nova escola e creches, entre outras intervenções de melhoria urbana, que fazem parte da estratégia de Curitiba para o enfrentamento aos desafios da cidade após a pandemia do novo coronavírus.


Parceria

Durante a reunião, os dirigentes da Caixa também manifestaram sua preocupação com o recente atraso no pagamento dos salários e dos benefícios previdenciários a parte dos servidores e beneficiários, referente ao mês de junho.


“Foi um importante aprendizado para nós”, resumiu Giselle Matioski. “Em 31 anos de trabalho na Caixa, não me lembro de termos passado por uma situação com esta. Ficamos consternados e constrangidos, pois sabemos dos compromissos que as pessoas têm”, declarou Marques Calixto, que enfatizou que a Prefeitura de Curitiba é uma grande parceira da Caixa.


O crédito deveria ter sido feito no último dia do mês, mas, devido à instabilidade dos sistemas de processamento de folhas de pagamento em todo o país, parte dos que deveriam ter tido os créditos das contas-salários efetivados em outra instituição financeira tiveram as suas transferências eletrônicas disponíveis (TED) processadas no primeiro dia útil de julho.


O banco já havia mandado por escrito um pedido formal de desculpas por meio de um ofício, na quarta-feira (1/7).

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

17 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest