banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Condromalácia Patelar: conheça uma das principais causas de consultas em ortopedia

É a causa mais comum de dor na frente do joelho.

A condromalácia patelar é o segundo motivo mais comum a levar pacientes a procurarem os consultórios de ortopedia e a causa mais comum de dor na frente do joelho. Quando visto ao pé da letra, condromalácia significa um amolecimento da cartilagem. Mas, de fato, o termo costuma ser utilizado para descrever, de forma genérica, a todas as dores decorrentes do contato entre a patela e o fêmur, que é o osso da coxa.


Outras denominações são utilizadas, na prática clínica, para se referir ao mesmo problema, incluindo:


  • Dor femoropatelar;

  • Hipertensão patelofemoral;

  • Condropatia patelar;

  • Síndrome patelofemoral.


Qual a causa da dor na condromalácia patelar?


A dor da condromalácia está inicialmente associada a uma sobrecarga mecânica, decorrente do aumento da pressão ente a patela e a tróclea, que é um sulco onde ela fica apoiada. Esta sobrecarga, com o tempo, leva ao desenvolvimento de lesões na cartilagem articular, que pouco a pouco passam a contribuir para o desencadeamento da dor.


Sobrecarga mecânica


Para funcionar normalmente, a patela deve se manter centralizada na tróclea. Para isso, é fundamental manter um bom alinhamento dos membros inferiores durante a caminhada e em movimentos como saltar, aterrizar, agachar ou subir escadas.


Quando a congruência entre a patela e a tróclea é perdida, a pressão de contato aumenta muito, gerando uma sobrecarga e dando origem às dores.


Vale aqui ponderar que a sobrecarga está muito mais relacionada ao funcionamento inadequado da articulação do que a um excesso de atividades em sí. A condromalácia acomete desde pessoas completamente sedentárias até atletas profissionais.


Logicamente que, devido ao nível mais intenso de atividade entre os atletas, um desequilíbrio mais pontual pode ser o suficiente para o desenvolvimento da condromalácia, ao passo que nos sedentários costuma haver uma descompensação mais generalizada.


Cartilagem da patela


A cartilagem da patela é uma das mais espessas do organismo, justamente em função das forças excessivas que são despendidas na articulação com a movimentação do joelho, principalmente com a prática esportiva de alto impacto.


O desequilíbrio mecânico característico da condromalácia faz com que esta carga seja ainda maior, podendo dar origem às lesões da cartilagem da patela.


Enquanto as lesões são superficiais, a estrutura óssea da patela continua protegida, de forma que elas contribuem pouco para a dor. Ao atingir as camadas mais profundas, a proteção oferecida ao osso pela cartilagem é gradativamente perdida e essa passa a contribuir para a dor. Persistindo a sobrecarga, as lesões da cartilagem podem evoluir para uma artrose no joelho.


Como é o tratamento da condromalácia?


A esmagadora maioria dos pacientes com condromalácia patelar são tratados sem cirurgia, buscando-se corrigir os fatores biomecânicos que estão levando à sobrecarga no joelho. Não existe nenhum programa que seja eficaz para todos os pacientes, devendo este ser montado de forma individualizada de acordo com o que se acredita que esteja contribuindo para o aumento na pressão de contato entre a patela e a tróclea.


Alguns pacientes podem exigir um trabalho mais voltado para o fortalecimento do quadríceps. Outros podem ter excelente força no quadríceps, mas estruturas laterais excessivamente rígidas, com pouca flexibilidade no joelho. Outros podem ter uma deficiência mais significativa na musculatura estabilizadora do quadril, de forma que não conseguem manter um bom alinhamento do membro.


O tratamento cirúrgico da dor femoropatelar raramente é necessário e excessivamente indicado em decorrência de um trabalho de reabilitação mau executado ou insuficientemente executado. O tratamento não cirúrgico sempre deve ser a primeira opção de tratamento.




Dr. João Hollanda

O dr. João Hollanda é médico ortopedista especialista em cirurgia do joelho e médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino.

1 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest