Feder diz que aceita Ministério, se for convidado

Secretário da Educação do Paraná teve reunião com o presidente na última terça-feira


O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, disse, nesta quarta-feira (24), que se houver o convite oficial para assumir o Ministério da Educação (MEC), ele vai aceitar com muita alegria. "Caso o presidente venha a me convidar, eu vou aceitar esse papel com a maior alegria. E por ter uma admiração muito grande pelo presidente Jair Bolsonaro", disse. Feder é um dos nomes cogitados para assumir o MEC.


O secretário e o presidente se reuniram na terça-feira (23), em Brasília. Bolsonaro, segundo Feder, quis saber sobre projetos implantados pelo Paraná que podem ajudar no desenvolvimento da educação brasileira e também sobre os desafios que o MEC tem pela frente.


O cargo de ministro da Educação está vago desde a saída de Abraham Weintraub. Ele deixou o governo após se envolver em uma série de polêmicas e de ofender ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O Ministério da Educação é conduzido interinamente por Antonio Paulo Vogel de Medeiros, que ocupava o cargo de secretário-executivo.

25 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest