Pedidos por fiscalização em bares lideram registros no 156

Atualmente Curitiba está no segundo nível, laranja, nível 2 de alerta médio.


Os pedidos por fiscalização em bares de Curitiba, por conta de aglomeração de pessoas e o desrespeito às regras de distanciamento social, figuraram no topo das denúncias feitas à Central 156 de Atendimento ao Cidadão nos últimos dois meses.


Foram 425 registros relacionados a bares, feitas entre 17 de abril e 7 de junho, correspondendo a 24,11% do total das solicitações por fiscalização em estabelecimentos no período.


“Contamos com um sistema integrado com todas as secretarias e órgãos, bem como a garantia de rastreabilidade e resposta das solicitações", observa o coordenador do 156, Ozíres de Oliveira.


Considerando as solicitações por fiscalização que superam 100 registros feitas ao 156, as academias aparecem em segundo lugar com 207 fiscalizações, seguidas pelos restaurantes, com 147 pedidos e centros esportivos, com 106 pedidos.


Responsabilidade sanitária

Como parte do protocolo de monitoramento e alerta do panorama da covid-19 em Curitiba, a Secretaria Municipal da Saúde lançou o Programa de Responsabilidade Sanitária e Social. O nível da pandemia é divulgado por meio de cores, bem como a situação das restrições em que a cidade se encontra.


Atualmente Curitiba está no segundo nível, laranja, nível 2 de alerta médio.


O Programa de Responsabilidade Sanitária e Social conta com um painel com três níveis de cores: amarelo (alerta), laranja (risco médio) e vermelho (risco alto). Esse monitoramento é diário e feito com base em dois critérios: propagação da doença e capacidade de atendimento do serviço de saúde.


Dentro desses critérios são avaliados nove indicadores, que incluem, por exemplo, número de novos casos de covid-19, óbitos, ocupação de leitos de UTI.


Balanço de maio

A busca por informações e pedidos por serviços relacionados ao novo coronavírus feitos à Central 156, foi menor no mês de maio no comparativo com abril quando este tipo de demanda liderou os registros.


“O 156 é um canal de suporte aos curitibanos. É importante que a população se mantenha consciente e informada e siga as determinações da Prefeitura e da Secretaria Municipal da Saúde para evitar que o quadro da pandemia se agrave”, ressalta Oliveira.


De 1º a 31 de maio, foram 2.290 solicitações por informações relacionadas à pandemia via telefone ou pelos canais de atendimento do portal. As demandas desta natureza feitas via telefone ou pelos canais de atendimento do portal representaram 0,80% do total do mês, tendo as dúvidas sobre o coronavírus ficado em quarto lugar na lista de busca por informações (atrás de horário e itinerário de ônibus e saldo de cartão transporte) entre as cinco mais demandadas no período. No mês todo, houve 285 mil solicitações por informações sobre os mais diversos assuntos.


No que diz respeito a pedidos por serviços relacionados ao novo coronavírus, a Central 156 de Atendimento ao Cidadão, registrou em maio 2.064 (5,37%) deste tipo de demanda ficando em quinto lugar na lista dos cinco serviços mais solicitados. No mês anterior, o tema novo coronavírus representou 3,4 mil solicitações, tendo figurado em segundo lugar nas demandas do período.


Entre os dias 1º e 30 de abril, questões pontuais relacionadas ao novo coronavírus lideraram os pedidos por informações feitos à Central 156, do portal, com 4,7 mil registros (9,4% do total). Na sequência, estiveram as solicitações por limpeza pública, multas processos e recursos de trânsito, e informações sobre funcionamento de escolas. No mês de abril, foram 50,5 mil as demandas por informações à central.


Dos pedidos por serviços, os que tiveram relação ao novo coronavírus foram 3,4 mil em abril, tendo figurado em segundo lugar da lista, atrás apenas dos serviços de coleta no período. No total de abril, foram 30 mil solicitações de serviços municipais.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

28 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale