Pessoas em situação financeira instável podem comprar nos Armazéns da Família

Para ter acesso ao programa Armazém da Família, a pessoa em vulnerabilidade precisa residir em Curitiba.

As pessoas em situação financeira instável por conta da pandemia da covid-19 vão poder fazer compras, a partir desta quarta-feira (10/6), nos Armazéns da Família da Prefeitura. Ao chegar em uma das 34 unidades, os novos beneficiados terão que preencher e assinar uma autodeclaração informando que estão em vulnerabilidade social.


Até o fim desta terça-feira (9/6), a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) vai disponibilizar no site do cadastro on-line dos Armazéns da Família um modelo de autodeclaração, que poderá ser impresso ou escrito em próprio punho e assinado (clique aqui para o link).


Para ter acesso ao programa Armazém da Família, a pessoa em vulnerabilidade precisa residir em Curitiba. Nas unidades, são vendidos gêneros alimentícios, produtos de higiene e de limpeza com preços em média 30% mais baratos.


Sancionada pelo prefeito Rafael Greca no fim de maio, a lei que amplia o acesso aos Armazéns da Família as pessoas em “situação financeira instável”, por situação excepcional, foi uma iniciativa do vereador Pier Petruzziello, líder do governo na Câmara Municipal. A proposta já tinha sido defendida por Greca e foi incluída como substitutivo na lei.


Os Armazéns da Família já beneficiam 260 mil famílias com renda total de até cinco salários mínimos (R$ 5.250). Funcionam das 8h45 às 17h15, de terça a sexta-feira, e, das 8h30 às 13h, aos sábados.


Coronavírus

Segundo o secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Gusi, as 34 unidades do Armazéns da Família estão preparadas para atender o aumento de demanda devido às novas famílias beneficiadas com projeto de lei.


“É missão da Prefeitura garantir a segurança alimentar de todos os curitibanos que estão sofrendo devido à queda de renda provocada pela pandemia”, reforça Gusi.


Todos os Armazéns da Família seguem as determinações do decreto municipal sobre o combate ao novo coronavírus. Os fregueses têm à disposição álcool gel 70%, desde a entrada do estabelecimento, e cartazes estão espalhados por todo o local orientando sobre os cuidados na higienização.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest